top of page

A verdade que ninguém nunca contou sobre clareamento dental caseiro

Saiba todos os cuidados que devem ser tomados ao decidir fazer um clareamento dental

O clareamento dental é um tratamento que conquistou muita gente e tem se tornado cada vez mais comum. Com isso, receitas de clareamento dental caseiro surgiram como alternativas rápidas para deixar os dentes mais brancos.

Mas será que vale a pena optar por essa opção?


Para atingir a perfeição sonhada muitos acabam caindo em pegadinhas e truques que pipocam pelas redes sociais e, dessa forma, ao invés de investir em um bom profissional acabam apostando, por exemplo, no clareamento dental caseiro.

Cuidar bem da saúde bucal em casa é uma tarefa básica e recomendada por todos os profissionais da área, mas é preciso compreender que há um limite entre a rotina de higiene diária e métodos mais invasivos.


A verdade que ninguém nunca contou sobre clareamento dental caseiro é que em muitos casos ao invés de deixar os dentes alvos e belos, o efeito conquistado pode ser o oposto: dentes manchados e esmalte danificado irreversivelmente!

Para entender melhor os mitos e as verdades sobre o assunto, vamos aprender um pouco mais sobre os fatos por trás do clareamento dental caseiro!


A importância da estética bucal

A estética bucal é o nosso cartão de visitas. Ter dentes bonitos, sem manchas e saudáveis, além de nos deixar mais seguros e confiantes, também abre portas no meio profissional e social.


Ter dentes bem cuidados, ao contrário do que se pensa, vai muito além da estética pura e simples, afinal, a saúde bucal quando deixada de lado pode ser a porta de entrada para infecções e bactérias se alojarem no nosso organismo.


Ninguém precisa ser modelo de creme dental e apresentar dentes brancos e milimetricamente alinhados, porém, a boa estética bucal trata:

Da harmonização facial e da arcada dentária: que ajudará o paciente a ter uma mastigação correta e um rosto com formas mais proporcionais;

Da remoção de placas: que podem causar mau hálito;

Da eliminação de manchas: tornando o sorriso mais atrativo e bonito;

Do cuidado com a gengiva: evitando sangramentos, sensibilidades e mau hálito.


Opções de clareamento: caseiro, farmácia e dentista

Com os anos nossos dentes sofrem desgaste e acabam perdendo um pouco do brilho e do branco natural. Isso ocorre por diversos motivos que vão desde o consumo de alimentos com corantes, cigarro, algumas medicações, inadequação na hora da higienização e por se tratar de uma condição natural do nosso organismo.


Logo, o clareamento é uma excelente e eficaz opção para recuperar o branco natural dos dentes, pois, nele faz-se o uso de peróxido de hidrogênio ou carbamida (agentes que atuam na oxigenação e oxidação do esmalte eliminando assim o tom amarelado), vejamos algumas opções.


Caseiro

O clareamento dental caseiro só é válido e eficiente quando indicado e orientado por um dentista de confiança que recomenda o uso de moldeiras e do gel clareador. Porém, não há mágica ou mesmo milagre em torno do tratamento, muito pelo contrário, para conseguir o resultado desejado é preciso disciplina e paciência.


Ao todo, é necessário o uso da moldeira diariamente por cerca de quatro semanas. É importante, também, reduzir o consumo de alimentos com alto nível de corantes como: refrigerantes cola, café, vinho e sucos artificiais.

Após o período recomendado retornar ao consultório para que seja feito uma avaliação sobre o resultado.


Farmácia

Não é recomendado o uso de kits prontos e vendidos em farmácias ou em sites na internet. Afinal, você precisa conhecer muito bem o produto comprado – seus componentes, segurança e eficácia – e é essencial a orientação de um profissional.

Kits milagrosos que prometem clarear os dentes por meio do uso de fitas adesivas, cremes dentários entre outros, só vão fazer você gastar seu dinheiro em vão.


Isso porque esses produtos têm eficácia questionável, uma vez que não conseguem penetrar nas camadas dos dentes para, de fato, clareá-los.


Dentista

O clareamento feito em consultório é o mais indicado e eficaz por oferecer uma quantidade maior e mais concentrada de agentes químicos capazes de penetrar no esmalte dentário, a fim de recuperar e renovar sua coloração.

Além de ter um efeito mais duradouro, a certeza de atingir o resultado desejado é muito maior do que acontece com o clareamento dental caseiro. O tratamento é concluído, geralmente, em três seções.


Receitas caseiras: o barato que pode sair caro

O pior erro que algumas pessoas cometem é fazer uso de produtos alternativos para realizar um clareamento dental caseiro natural, entre os tipos mais comuns estão:


Com bicarbonato de sódio

Ao contrário do que dizem, ele não é capaz de clarear os dentes, na realidade ele apenas faz um leve “esfoliação” no esmalte que libera algumas partículas superficiais presas aos dentes e, dessa forma, eles parecem mais claros e limpos.


Com carvão em pó ativado

O carvão dá uma falsa impressão de branqueamento, isso dado a sua coloração escura que ao ser eliminado faz com que nosso cérebro entenda que os dentes “estão mais claros”, quando na realidade não estão.


Com alimentos

Limão, morango e casca de laranja são alguns dos alimentos dados como milagrosos e capazes de branquear os dentes, mas a realidade é que nenhum deles tem poder clareador e sequer são capazes de limpar os dentes. Além disso, alimentos ácidos podem causar queimaduras nos lábios e ao redor da boca.


Mitos e verdades sobre o clareamento dental caseiro!

Para esclarecer de uma vez por todas os mitos sobre o assunto, separei as principais dúvidas que rondam a internet:


Rapidez nos resultados

Mito. O clareamento caseiro, como já dissemos, pode demorar até quatro semanas e é necessário empenho diário do paciente.


Qualquer pessoa pode fazer

Mito. Todo e qualquer tipo de clareamento só é recomendado para pessoas acima de 15 anos e o paciente não pode apresentar quaisquer problemas bucais como inflamações na gengiva.


Mais econômico

Verdade. De fato o clareamento caseiro custa em média menos do que o realizado no consultório do dentista. Porém, pode trazer malefícios para o resto da vida.


Complementa o tratamento do consultório

Verdade. Muitos profissionais costumam mesclar os tratamentos ou indicar o clareamento dental caseiro com moldeiras para complementar aquele iniciado no consultório, principalmente, no caso de pacientes que não podem retornar ao consultório devido compromissos. Mas, esses procedimentos só funcionam indicados por um profissional.


Causa sensibilidade

Verdade. Clareamento dental pode sim causar certa sensibilidade em pessoas que já são predispostas a esse sintoma ou sofrem de gengivite, por exemplo. Mas não é uma regra.


Como vimos o clareamento dental caseiro pode sim ser uma opção e é inclusive indicado por profissionais, porém, desde que seja supervisionado e o paciente siga exatamente aquilo que o dentista recomenda.


O que não pode ser incentivado ou propagado por aí - como opção de clareamento caseiro - é o uso de produtos alternativos como alimentos, misturas caseiras ou mesmo kits de farmácia com a promessa de dentes mais brancos do dia para noite.


Nem mesmo os cremes dentais são capazes de clarear os dentes por si só. Ir ao dentista regularmente, manter a saúde bucal em dia e realizar o procedimento dentro do consultório é o mais indicado.


Ou seja, é muito melhor e mais seguro fazer o tratamento com um profissional. Conte com o Centro Adilson Torreão. Até a próxima!


Ah, se você gostou das informações passadas ao longo do texto, compartilha com os amigos!

113 visualizações0 comentário

留言


bottom of page