top of page

Tudo que você precisa saber sobre lentes de contato dental



Procurando um sorriso perfeito? Veja como as lentes de contato dental podem ajudar!




As lentes de contato dental deixam os dentes brancos, alinhados e mais bonitos. Além de oferecer uma estética perfeita para o sorriso, o procedimento proporciona um aumento da autoestima para os pacientes, melhorando até a sua vida social depois do procedimento.


Mas antes de colocar as lentes, é preciso pesquisar sobre o assunto e garantir a escolha de profissionais qualificados para ajudar no seu tratamento. Isso é importante porque, além da aparência estética, o sorriso também faz parte da sua saúde. Neste post, trazemos para você tudo sobre lentes de contato dental. Acompanhe!


O que são lentes de contato dental?

As lentes de contato dental referem-se a uma expressão popular para um tipo de material cujo nome técnico correto é: laminados cerâmicos ultrafinos. Eles são preparados e cimentados sobre os dentes do paciente, um a um, e possuem entre 0,2 e 0,5 milímetros de espessura. E por serem extremamente finos, são comparados às lentes de contato destinadas aos olhos.


Como saber se eu posso usar as lentes?

O primeiro passo é procurar um dentista especializado na colocação das lentes, profissional que examinará seus dentes e verificará se o uso das facetas está indicado ou não.


Ele solicitará exames de raios X. Após isso, um molde da sua boca será feito, bem como uma análise do sorriso. Assim, o dentista conseguirá analisar o que seria mais adequado para o seu caso.


Como funciona a colocação das lentes de contato dental?

O processo exige preparo e experiência do dentista. Isso porque, o encaixe tem que ser perfeito, e para isso é necessário muita habilidade do dentista. Se um dente ficar 0,01 mm fora da posição, isso prejudicará o resultado final.


Veja como funciona a colocação das lentes de contato dental em fases.


Fase 1

Na primeira fase do tratamento será realizado o planejamento do procedimento.


Fase 2

O dentista irá provar o novo formato dos dentes fazendo o que chamamos de tear-drive do sorriso. Assim, o paciente pode ver se gosta do resultado e onde é necessário melhorar.


Fase 3

Nesta fase, o dentista realizará os preparos dos dentes, moldes e provisório para que seja confeccionada as restaurações.


Fase 4

Essa é a fase final e mais importante, quando será feita uma consulta para provar as lentes.  Apesar de todos os testes feitos anteriormente, aqui você vai saber como eles ficarão, e se chegamos à cor escolhida. Caso seja preciso algum ajuste, ainda é possível fazê-lo.  Assim que todas as questões forem resolvidas, o protético faz as alterações solicitadas e você já pode marcar a colocação das lentes. 


É preciso de anestesia?

Depende. Se o desgaste feito no dente for superficial, não chegando à dentina, é possível fazer a colagem das lentes sem anestesia. 


No entanto, se o caso necessitar de reparos mais profundos, a anestesia será necessária para evitar qualquer tipo de desconforto.


As lentes são colocadas apenas nos dentes da frente ou em todos?

Também depende. A maioria das indicações é apenas para a parte da frente dos dentes. No entanto, existem casos em que os pré-molares apresentam cor ou formato muito distinto do que planejamos inicialmente, e podem aparecer no sorriso, contrastando com as lentes colocadas. Para esses casos, o tratamento é estendido até os pré-molares.


A mesma situação pode ser observada nos dentes inferiores. Se houver diferença de coloração, o ideal é realizar o trabalho também nos dentes da região inferior.


Quem é que pode ou deve usar as lentes?

Pacientes com suaves desarmonias no formato e na coloração dos dentes são os mais indicados para recorrer às lentes de contato dental.


Após um planejamento criterioso, o procedimento pode corrigir falhas como:

•    Fechamento de espaços (os diastemas);

•    Dentes lascados ou quebrados;

•    Alterações e correções suaves de coloração;

•    Aumento do comprimento dos dentes (alongamento);

•    Aumento de volume (largura);

•    Dentes desgastados.


Quem não pode usar?

As lentes de contato dental não são indicadas para pacientes com alterações de cor acentuadas, que tenham o hábito de ranger os dentes, ou dentes com restaurações antigas, entre outras circunstâncias. Nesses casos, o profissional poderá definir outra solução estética.


Quanto tempo duram as lentes? 

A durabilidade das lentes de contato dental está diretamente relacionada à manutenção da higiene oral, com escovação diária, principalmente após as refeições, uso de fio dental e visitas periódicas ao dentista.


Para uma maior duração das lentes é importante evitar roer as unhas, consumir café ou cigarro, e morder alimentos ou objetos duros.


Vale lembrar que a indicação de uso, o planejamento, a execução e a manutenção das lentes de contato dental devem ser sempre realizadas sob a supervisão de um dentista especializado. 


Se você ficou interessado em fazer uma avaliação para lentes de contato dental, no Centro Adilson Torreão temos os melhores profissionais para deixar o seu sorriso mais saudável e bonito. Entre em contato conosco!

28 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page